cavaleiros-consagrados-filho-prodigo

Filho prodigo

Cavaleiros consagrados

Introd.: (F#m D A E)

F#m          D              A
Pai, que saudade dos velhos tempos
        E                 F#m
Daquele tempo em que me afagavas
        D            A
Que me deitavas em teu colo
     E                  F#m         D
Mas me afastei de ti e a vida me machucou
      A                 E
Me ensinou muitas coisas duras
        F#m               D
E nessa brincadeira eu entrei
         A              E
E eu aprendi então a ter medo
F#m              D    Bm E
Eu tive medo do inesperado
F#m                D     Bm E
Eu tive medo dos golpes dela
F#m               D                   Bm         E F#m
Eu tive medo de pagar o preço da irresponsabilidade
        D          Bm               E      F#m D Bm E
Eu tive medo de me perder de vez do teu olhar (do teu olhar)
F#m       D                A
Chorei amargamente em meu ser
      E              F#m
Mesmo tendo a face árida
         D                A                E
E quando dei por mim estava todo esfolado, esfomeado
F#m                           D
Tentei com todas as forças voltar
        A                     E
Mas pensei que fosse tarde demais
     F#m                  D
E você com teu amor me amparou
    A                       E
E curou-me das feridas e dos cortes
F#m     D                Bm E
Eu tive medo dos golpes dela
F#m                D        Bm         E        F#m
Eu tive medo de pagar o preço da irresponsabilidade
        D          Bm               E      F#m D Bm E
Eu tive medo de me perder de vez do teu olhar (do teu olhar)
F#m    D                 F#m         D               F#m
Ainda sinto o cheiro agradável, dos mesmos velhos tempos
           D          A     E             F#m...
Em que o Senhor me tinha, me tinha por inteiro

Contador de Cliques

SIDE BAR

Música Católica no Palco Católico - 2015-2019 © Todos os direitos reservados

Solmaster - Criação de Sites