asdf

Arcebispo pede orações após 26 presos serem mortos em presídio de NataLl

Noticia 2200

Mais um massacre em presídios brasileiros deixou 26 mortos após rebelião na Penitenciária de Alcaçuz, em Natal (RN). Em nota emitida no domingo, 15 de janeiro, o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, pediu que em todas as Missas daquele dia se rezasse por esta situação.

O motim na Penitenciária de Alcaçuz começou na tarde de sábado, 14 de janeiro, e terminou 14 horas depois, já na manhã de domingo. A maioria dos 26 detentos assassinados foi decapitada e dois foram carbonizados.

Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), presos do pavilhão 5 invadiram o pavilhão 4 e foram contidos pelos agentes penitenciários com bombas de efeito moral, impedindo que entrassem no pavilhão 1.

O secretário Wallber Virgolino assinalou que, “em termos de número de mortes, essa é a maior rebelião da história do Rio Grande do Norte”.

Ainda de acordo com ele, este motim não tem relação confirmada com os ocorridos no Amazonas e em Roraima, nas últimas semanas. Entretanto, ressaltou que as rebeliões dos estados do Norte do país “incentivaram o que aconteceu aqui”.

No Amazonas, 56 presos morreram Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e quatro na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), nos dias 1 e 2 de janeiro. Em Roraima, foram 33 mortos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), no dia 6 de janeiro.

Em um comunicado publicado logo após a rebelião em Natal, Dom Jaime Vieira manifestou acompanhar “com muito pesar e tristeza, os últimos acontecimentos ocorridos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz”. “Nossa prece e atenção por esses momentos trágicos de violência e de morte”.

Para o Prelado, “sem dúvida, é necessária uma urgente reflexão sobre as condições dos nossos presídios”.

“Suplicamos ao bom Deus para que apazigue os ânimos daqueles nossos irmãos a fim de que renunciem à violência, e a sociedade e o Estado busquem o diálogo e encontrem caminhos para enfrentar a problemática que envolve o nosso sistema prisional”.

O Arcebispo pediu que em todas as Missas de domingo, durante a Oração da Assembleia fosse colocada “nas intenções a súplica implorando a compaixão do nosso Deus por aqueles que perderam a vida e por todos os que se encontram nos presídios que, como bem disse o Papa Francisco, devem ser lugares de humanização e de esperança de mudança”.

“Deve ser ideal de todos os brasileiros construir uma Pátria de cidadãos com oportunidades de vida digna, direitos e deveres para todos, e não uma Pátria de excluídos e marginais”, concluiu.

Na madrugada desta segunda-feira, uma nova rebelião aconteceu em Natal, desta vez no Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato. De acordo com o governo do estado, a situação foi controlada por volta das 5h30 e não houve fugas. Ainda não há informações sobre feridos.

ACI Digital

Contador de Cliques

SIDE BAR

Música Católica no Palco Católico - 2015-2017 © Todos os direitos reservados

Solmaster - Criação de Sites