asdf

Se aparecer um trans na sua paróquia, você saberá como acolher?

Noticia 2206

A última onda do marxismo cultural é nos obrigar a aceitar que um homem é uma mulher, pelo simples fato dele "se sentir" mulher; ou que uma mulher é do sexo masculino, bastando ela "se sentir" assim.

Pessoas que alegam ser transexuais sofrem de disforia de gênero, também chamada de transtorno de identidade de gênero – um transtorno psicológico. É quando a pessoa sente que seu corpo é incompatível com a identidade sexual que ela diz ter. Porém, em vez de direcionar essas pessoas ao suporte psicológico, a cultura atual alimenta as suas ilusões. E muitos chegam ao extremo de submeter à cirurgia de "mudança de sexo".

Com base nessa insanidade, em alguns países da Europa, já é comum que as escolas e pais estimulem meninos a adotarem comportamento tipicamente feminino, e vice-versa. Uma escola na Bélgica até mesmo simulou um casamento gay entre crianças de 7 anos (veja aqui).

O vídeo abaixo dá uma boa noção do ponto em que as coisas já chegaram. E, pelo visto, o Brasil está indo pelo mesmo caminho.



PORQUE OS CATÓLICOS ESTÃO DORMINDO?

No mundo, sempre houve homossexuais. Mas estamos diante de uma realidade totalmente nova: uma cultura louca que afirma que o sexo das pessoas não é definido por sua biologia, mas sim pelo seu modo de sentir.

Diante dessa situação, precisamos perguntar: o clero e o laicato brasileiro estão dormindo? Pouquíssimos agentes de pastoral estão se empenhando em entender o fenômeno da homossexualidade e da transexualidade, para poder servir melhor esses irmãos.

O cenário é desolador. Em muitas paróquias, os transexuais são simplesmente desprezados. Em outras comunidades o povo acha que é suficiente "tratar bem" o transexual; não buscam estudar o assunto, ficam boiando e não sabem como fazer uma correta abordagem pastoral. Assim, não ajudam a pessoa a entender e a superar o seu transtorno de identidade.

Em outras comunidades, é ainda pior: hereges tomam a frente da pastoral de acolhida a pessoas LGBT, e tudo o que fazem é pregar que Jesus não vê nada de errado em seu modo de vida.

Foi exatamente isso que aconteceu com o ex-transexual americano Diamon Dee: quando ele começou a considerar a ideia de fazer cirurgia de mudança de sexo, todos à sua volta o incentivaram, inclusive os cristãos. "Se é isso que você quer, vá em frente!". As pessoas chamam isso de "tolerância", mas na verdade é só um meio de tirar o corpo fora. Confira o seu testemunho:



Também é interessante o que diz o americano Walt Heyer, também ex-transexual. Segundo ele, a Igreja deve, de forma gentil, porém firme, desafiar as pessoas, em vez de confirmá-las na sua disforia de gênero: "Se nós confirmamos as pessoas na mudança de sexo, na verdade estamos desobedecendo a Cristo, pois isso não é o que elas são. Ele as criou homem ou mulher".

Heyer diz ainda que aqueles que lutam com sua identidade sexual e acham que a cirurgia de sexo é uma solução "precisam ir a um psicólogo ou psiquiatra, começar uma terapia e cavar bem fundo para investigar o que está causando o seu desejo, porque, nesse assunto, sempre há uma raiz psicológica ou algum caso psiquiátrico não resolvido e que precisa ser explorado".

Por isso, é fundamental que os padres e demais líderes católicos trabalhem em conjunto com psicólogos e psiquiatras que compartilham da visão antropológica cristã – bem diferente da postura de grande parte dos psicólogos, que incentivam a disforia de gênero.

Há milhares de irmãos transexuais no nosso país – e muitos outros surgem a cada dia –, que precisam conhecer Jesus, e precisam amados e ajudados. O que você pode fazer por eles? E o que você tem a dizer aos pais cristãos, cujas crianças estão sendo ensinadas nas escolas a aceitar a transexualidade como algo saudável e normal?

Diante desse caos, você acha mesmo que está sendo um bom cristão quando se contenta apenas em dizer: "não julgueis"?

Se liga e agita, povo católico!

 

fonte: O Catequista

Contador de Cliques

SIDE BAR

Música Católica no Palco Católico - 2015-2017 © Todos os direitos reservados

Solmaster - Criação de Sites