Banda Dom

Formado em 99, no Rio De Janeiro, a partir de um congresso universitário católico,o DOM nasce de um chamado especial para servir a Deus e a Igreja através da música. É formado por Filipe Freire, Frederico Cruz e Augusto Cezar. Seu primeiro cd chamado “Tudo é do Pai” apresenta o retorno que muitos cristãos experimentam assim como o filho pródigo, para os braços amorosos do Pai.Lançado em 2000 este trabalho mostra a proposta acústica de explorar as muitas possibilidades dos violões e conta com canções inéditas e regravações.

Após o lançamento do cd “Tudo é do Pai” experimentam uma realidade diferente: Fred é transferido profissionalmente para São Paulo. Passam a viver distantes fisicamente e começam a enfrentar essa dificuldade lançando mão de meios possíveis para manter a unidade e dinâmica do grupo. Passam a se reunir via MSN e Skype, aumenta a troca de e-mails e chegam mesmo a compor ainda que separados por mais de 400 km.

Em 2004 lançam o cd “Permanecer no Amor”, fruto da vivência do grupo na caminhada cristã. A temática da perseverança cristã e apresentada com canções inéditas e letras que demonstram a necessidade de darmos em nossas vidas uma resposta positiva ao amor de Deus.

No final de 2009, Augusto Cezar lança o livro “Dentro De Mim Mora Uma Canção”. Uma partilha de sua vida. Conta sua relação com a deficiência física, sua paixão pela música, um pouco da trajetória do DOM e sua vocação junto com Aline, sua esposa.

Em 2010, passados 6 anos e dois casamentos de integrantes do grupo, lançam o cd “O Amor Vai Falar” pela primeira vez por uma gravadora: a Canção Nova. O cd conta com 12 faixas sendo que 10 delas são compostas por integrantes do DOM. Todas em parceria o que mostra a vitória sobre as dificuldades físicas vividas.

Algumas palavras sobre o DOM:

Padre Joãozinho: “Hoje passei o dia escondido em um lugar qualquer de São Paulo lendo os Trabalhos de Conclusão de Curso de meus alunos da Teologia, em Taubaté. Tenho que ler e comentar cerca de mil páginas. Enquanto isso o grupo de Teatro VIVARTE promovia a arte na Paróquia São Judas. No final do dia fomos brindados com um belíssimo show musical da Banda DOM. É bonito ver gente que faz música de Verdade. Em dois sentidos: são músicos verdadeiros. Cada violão com seu toque específico se completa na mais perfeita harmonia. Ali se escondem muitas horas de estudo. É 10% de inspiração e o resto de transpração. Mas é música de Verdade no sentido que as letras e a vida dos músicos canta as coisas do céu. O anúncio da Palavra é forte e consistente, como as batidas características do violão. Sonho em um dia celebrar uma missa-pop com um grupo como esse. Seria um verdadeiro show e o astro seria Jesus!”

Padre Zezinho: “…Privilegiam o acústico, arranjos bem elaborados e sabem escolher bem o seu repertório..Decidiram trazer para a música religiosa algo mais do que palavras e mensagens de fé: trouxeram qualidade artística…grupos como o DOM entenderam que fé também rima com qualidade…”





Contador de Cliques